Essa melancolia

Por: fabiserra

mar 26 2011

Categoria: Fabiana Serra

Deixe um comentário

Juro que nunca me doeu o peito como dói agora. Juro que nunca estive tão arrassada pela tristeza como hoje. Chega até ser dificil respirar. Essa melâncolia que me invadiu tão de repente, que faz os dias virarem meses, que me tortura a cada hora que passa. Ela que não me permiti dormir. Sem motivo talvez, ou com todos os motivos.  Todo motivo para sentir dor que eu fingi esquecer e empurrei para o fundo do peito, voltou. E parece me perseguir pelos meus passos. Tudo se uniu a esta nova dor, da ansiedade, que não tem motivo para doer, mas não precisa de motivo para chegar. Se o céu estava azul como nunca hoje pela manhã, agora esta negro como o nada. Se hoje sorri, foi o riso mais triste, agora não quero mais sorrir. Essa melancolia, essas velhas feridas… Tudo parece ser como não é, tento enxergar, mas estou cega. Cega e ferida. Cega e melâncolica. Cega e morta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: