Adeus!

Por: fabiserra

maio 06 2011

Categoria: Fabiana Serra

Deixe um comentário

Adeus, adeus, adeus.
(A
ugusto dos Anjos)

 

Palavra que eu mais gostaria que saisse
da minha boca. Ah, nem se eu tentasse
Suspiro. Preciso livrar-me da loucura desta paixão
Deliro. Teu olhar em si é uma tentação
Porque não consigo, meu Deus?
Porque não consigo dizer-te adeus?

Faço as malas, mas uma força tenta me impedir de ir.
Um perfume, um sorriso inverso, um olhar desamparado.
Olho para o nada. De repente desencorajado.
Procuro saídas, respostas, desculpas. “Preciso partir.”
E eu parto, com algumas lembranças e o teu cheiro que
permaneceu em mim.

Olho para trás, você a me observar. Olho-te a me olhar.
Lágrimas brotam dos nosso olhos, mas não podemos chorar.
Como um perdido vou em busca do meu Eu.
Fito-te por um bom tempo, você calado.
E como um sussuro eu digo “meu amado
Adeus, adeus, adeus!”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: