Rotina

Por: fabiserra

jun 07 2011

Categoria: Fabiana Serra

1 comentário

Eu que sou tão acostumada com os teus sorrisos,
Com tuas falas, teus olhares, tuas provocações
Que um dia sem tê-los já cristalizo.
Eu me lembro e me derreto com tuas canções.

Porque as noites são tão longas e inacabáveis,
Enquanto as horas são curtas e o tempo longe de ti és lento?
Sofro com lamentações inconfessáveis.
Porque escondo de mim meus sentimentos?

Acho que tu és minha fuga rotineira da rotina,
És quem traz depois da tempestade a calmaria.
Tu que me enches a transbordar a dopamina.

E arranca dos meus lábios cada verso da poesia
Que eu cito no meu doce dia-a-dia.
Na verdade, acho que tu virastes minha própria rotina.

Anúncios

Um comentário em “Rotina”

  1. Eu te amo mais que tudo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: