Tuas sinceridades

Por: fabiserra

jul 01 2011

Categoria: Fabiana Serra

Deixe um comentário

Suas sinceridades me espantam, me afligem. Enxergo o novo mundo com um pouco de receio, porque tudo que tu dizes não passa de uma exclamação, e, mesmo assim, terrivelmente é como as coisas são.

Verdade arrebatadora que me abala, oprime em mim as forças de um possível devaneio, por bem ou por mal. A princípio pode parecer um tanto desconsolador, mas acredito que tuas intenções não sejam de todo mal.

Os olhos assim que me enxergam com toda serenidade falam para mim assuntos de tamanha seriedade e um pouco de crueldade inconsiente que mais parece um bala a atravessar-me o peito. Mas ainda bem que tenho os braços teus que me reconfortam e que dissipam toda dor do meu peito. Ainda bem! Ainda bem que o teu riso me faz rir também, mesmo que involutariamente…

E, sinceramente, suas sinceridades me espantam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: