O que ficou da alma?

Por: fabiserra

jul 13 2011

Categoria: Fabiana Serra

2 Comentários

O que ficou da alma? O que restou depois das noites brandas recheadas de desculpas indulgentes? Restou aquela doce luta com porfia e o mal da esperança que não permite o descanso, que insiste que ainda arda, que ainda doa.

Porque se este não latejasse no peito, então pra que tentar apagar a incandescência? E porque esta não haveria de ser só uma flâmula? Por que não ser? Porque da minha alma restou apenas os pedaços, as partes, o que não servia mais, o incompleto.

Ser um ser incompleto e mesmo assim rejeitar o complemento porque a repetição cansou de repetir. Mas o complemento parece tão lascivo que chega a ser quase impossível de se resistir principalmente para uma alma fraca como eu. Do que adianta dizer não interiormente se eu dos meus lábios saem um sim? Quem sabe esse complemento não sirva para mim.

Depois disso, o que ficou da alma?

Anúncios

2 comentários em “O que ficou da alma?”

  1. Muito bom….continue


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: