Lagoa

Por: fabiserra

jan 14 2012

Categoria: Sem categoria

Deixe um comentário

Observo a lagoa
num dia nublado de inverno.
Observo a lagoa
enquanto ela me diz que é a minha alma.

A lagoa me observa
enquanto meu pensamento se dilui.
A lagoa pensa por mim
e eu penso por ela.

Se chove, minha alma transborda
de palavras secas, sentimentos úmidos
de pensamentos derretidos
de lágrimas mudas.

Se aquece, então evaporo
durmo por dentro das nuvens
e elas me fazem cócegas.
Sou um ser nefelibático.

E se tu mergulhares em mim
beba da minha alma refrescante.
Inunda tua sede de mim
num desses dias úmidos…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: