Fragmentos de solidão

Por: fabiserra

fev 19 2012

Categoria: Sem categoria

Deixe um comentário

Desde o barulho da chuva batendo na janela até o vento contando seus segredos, todos os sons foram reduzidos ao silêncio, e o silêncio foi reduzido ao medo, e o medo à solidão. Desde o dia que me faltou o sopro de ar essencial eu vou me reduzindo até que eu me torne uma concha ou um mísero grão de areia.

Sinto tudo e quase nada. Sinto a confusão das ondas se batendo e compreendo as pequenas e grandes ilusões que me acompanham. A nostalgia da praia, a saudade do dia em que o céu foi partido ao meio, bem em cima de nossas cabeças, mas dele não saiu nada, assim como da minha boca não saiu uma palavra certa.

Um dia obscuro e gentil. Atrás de nós havia as sombrias nuvens cinzentas com toda sua melancolia e a nossa frente a vastidão do céu azul e o horizonte além do mar, separados apenas por um raio de sol. O mar era tão vasto quanto nós. O sorriso era tímido quase apagado. Enquanto as águas azuis e douradas molhavam nossos pés descalços subiam flâmulas por nossas costas e nossos semblantes…

A lembrança da praia me faz acreditar que ela estava vazia e que o silêncio era seu único sentido, se houvesse algum. Mas eu garanto que enquanto nós estávamos lá havia mais que algo como um sentido, havia qualquer coisa com estruturas universais, além de nossos sentidos.

Não reduzirei a nós tentando restringir-nos a uma mera classificação, que não corresponde ao que nós éramos, um todo. Estou reduzida, eu sei, mas nossa lembrança me cresce e me fortifica, apesar do passar dos dias e do mar não ser mais o mesmo daquela tarde.

Sou um fragmento agora. Apenas um fragmento do todo que se partiu depois que as cores daquela tarde vazaram. Sou só, e só solidão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: