Recortes

Por: fabiserra

maio 29 2012

Categoria: Fabiana Serra

Deixe um comentário

Ah, se eu pudesse escrever
a triste poesia da minha vida...
Um toque de sino enferrujado
e o canto de um pássaro
que não sabe cantar
talvez se igualaria a ela.
Seria, quem sabe
uma vela de chamas apagadas
onde só resta a fumaça.
Ou o céu
em dias chuvosos.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: